À míngua

Alcancei, em um momento equidistante ao meu ser, o inacessícel

Neste átimo inusitado e singular, insisti em penetrá-lo

 

E, ao transpor o que outrora caracterizava-se enquanto intangível, ínvio,

percebi, em meio à obscuridade que me deixara deslumbrado,

que a civilização ocidental segue à míngua

por alcançar os limites de sua sagacidade,

de sua faculdade inteligível

 

Vi que há, porém,

além dessas meras extremidades,

aquilo que necessita, outrossim, de ser reinventado

Não pelo Ocidente,

mas antes por aquela hermética civilização,

cujo embaraço causado ao espírito não me permitira por ora descrever,

tampouco quando será

Quando será?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *